Simplifique processos e evite erros na Autofaturação | Wintouch - Software de Facturação na Cloud

Contabilidade e Faturação

Simplifique processos e evite erros na Autofaturação

A autofaturação é uma prática cada vez mais comum nas transações comerciais, proporcionando uma maneira eficiente de lidar com a emissão de faturas. Neste guia completo, vamos explorar o conceito, funcionamento e obrigações legais da autofaturação, destacando os pontos-chave para simplificar os processos administrativos e evitar erros.

Como funciona: 
O objetivo da autofaturação é simplificar os procedimentos de faturação, evitando erros e subfaturação. Com este modelo, o cliente tem mais controle sobre o processo de faturação, garantindo que as faturas sejam emitidas de acordo com as suas necessidades e requisitos específicos.

Condições para Autofaturação:
Para implementar a autofaturação, é necessário um acordo prévio escrito entre as partes, no qual o fornecedor concorda em permitir que o cliente emita as faturas. Além disso, o fornecedor deve aceitar o conteúdo da fatura emitida pelo cliente e garantir que a mesma inclua a menção explícita de "autofaturação".

Registo do Acordo:
O acordo de autofaturação deve ser registado no portal das finanças, sem o qual não é possível emitir as faturas correspondentes. Este registo formaliza a relação entre o cliente e o fornecedor, garantindo a conformidade com as regulamentações fiscais.

Conteúdo da Fatura:
Uma fatura de autofaturação deve incluir todos os elementos obrigatórios de uma fatura padrão, como a identificação das partes envolvidas, a descrição dos bens ou serviços, o valor líquido e o IVA. Além disso, deve conter uma menção explícita de "autofaturação" e o número fiscal do cliente.

Comunicação das Faturas à AT:
A comunicação das faturas à Autoridade Tributária (AT) pode ser feita através do SAF-T PT de Faturação ou via webservice. Cabe às empresas com acordos de autofaturação a responsabilidade de comunicar as faturas à AT, garantindo a conformidade com as obrigações fiscais.

Exemplos de Setores:
Setores como stand de automóveis, madeireiros, cooperativas, entre outros, frequentemente recorrem à autofaturação devido à sua simplicidade e eficiência. Este modelo permite-lhes gerir as suas transações financeiras de forma mais eficaz, reduzindo a burocracia e os custos administrativos.

Assim, entender as implicações da autofaturação, desde a sua definição até aos procedimentos práticos de implementação e comunicação com a AT, é fundamental para simplificar os processos administrativos e garantir que está a agir em conformidade com as regulamentações fiscais.

Ao seguir as diretrizes apresentadas neste breve guia, as empresas podem beneficiar de uma abordagem mais eficiente à emissão de faturas, promovendo a sua transparência e a conformidade em todas as transações comerciais.

Artigos relacionados

Integração aprimorada de TPA no Setor do Retalho com Wintouch Cloud

No dinâmico mundo do retalho, onde cada segundo conta e cada transação é crucial, a eficiência é a chave para o sucesso.

Neste cenário de constante evolução, a integração aprimorada...

Gestão Simplificada de Esplanadas e Restaurantes no Telemóvel: Como o Wintouch Cloud está a revolucionar o sector da Restauração

Na era digital em que vivemos, a mobilidade é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, e ainda mais na indústria da restauração.

Com clientes cada vez mais exigentes e a necessidade...

Como o Wintouch Cloud está a revolucionar o mercado de Autovenda

Nos últimos anos, as vendas diretas “porta a porta” têm passado por uma transformação significativa impulsionada pela tecnologia. E à medida que as expectativas dos clientes evoluem, também as...